Comunicar Mais      
SPM e GMS firmam parceria para curso de defesa pessoal para mulheresGrande Salvador    Imprimir

23/09/2016 23:00
SPM e GMS firmam parceria para curso de defesa pessoal para mulheres
Aulas serão iniciadas em outubro, no Centro de Referência Loreta Valadares

Redação CM 1 comentrio          

A Superintendência de Política para as Mulheres (SPM) assinou, na tarde de sexta-feira (23), o Termo de Cooperação Técnica com a Guarda Civil Municipal (GCM) para realização de cursos de defesa pessoal e capacitação de instrutores para identificação de mulheres em situação de vulnerabilidade. O termo tem duração de um ano podendo ser renovado através de termo aditivo. As aulas serão iniciadas em outubro, no Centro de Referência Loreta Valadares (CRLV).

Monica Kalile, superintendente de Políticas para Mulheres, falou que a atividade, realizada em 2013 e 2014, contou com participação de 80% das mulheres assistidas pela autarquia, além de várias solicitações em outras comunidades. "Nesse momento em que os números da violência têm tido um aumento significativo, retomamos o curso por entender que assim estaremos ampliando o enfrentamento à essas violências".

Segundo Kalile, a GCM tem papel importante no contexto de prevenção à violência, já que estão no cotidiano da cidade, seja em praças, escolas e postos de saúde. "A partir dessa parceria, os guardas passam a ter um olhar mais qualificado em relação ao combate à violência contra as mulheres. Com isso, poderemos mostrar às vítimas a importância de denunciar, bem como irem ao Loreta Valadares buscar ajuda e, se necessário for, serem acolhidas pela Casa de Acolhimento Provisório de Curta Duração Irmã Dulce".

O inspetor geral da GCM, João Neto, afirmou que o órgão, que entrará na parceria com os guardas instrutores, vai preparar as mulheres para que percebam o momento de vulnerabilidade. "A intenção não é ensinar a mulher a aprender uma arte marcial, mas a se defender. E que ela possa compreender situações que possam levá-la a risco, aprender a não se colocar em situação de vulnerabilidade", observou.

O diretor de Segurança Urbana e Prevenção à Violência, Maurício Lima, salientou que este é um convênio fundamental para o combate à violência contra a mulher. "Para a GCM, participar desse processo de instrução para que as mulheres estejam mais atentas a possíveis casos de agressão nos deixa extremamente lisonjeados, principalmente com essa parceria com a SPM, ministrando as orientações de proteção", pontuou.



Notcias Relacionadas

  • Escritoras baianas são protagonistas de nova série para Televisão

  • Vereadora Ana Rita se solidariza com a morte de parlamentar e seu motorista no Rio de Janeiro

  • Bloco feminista desfila contra o machismo e a misoginia no Rio de Janeiro

  • Guarda Municipal recolhe macacos mortos em Ondina e Castelo Branco

  • Prefeitura remove demarcações irregulares de "pistão" em Cajazeiras X


  • ComentriosComentar Notcia
    lHNpQS8e
    01/03/2017 01:41
    Absolutely first rate and coeoor-bpttempd, gentlemen!
    PUBLICIDADE






    PUBLICIDADE