Comunicar Mais      
Febre amarela: 100 mil doses da vacina já foram aplicadas em Salvador, saiba onde se vacinarGrande Salvador    Imprimir

03/04/2017 16:30
Febre amarela: 100 mil doses da vacina já foram aplicadas em Salvador, saiba onde se vacinar
Capital baiana contabiliza seis casos positivos da febre em macacos. Não há registro da doença em humanos

Redação CM 0 comentrio          

Desde o último dia 30 de março, 100 mil doses da vacina contra febre amarela já foram distribuídas entre as unidades de referências, das 400 mil unidades disponibilizadas na central municipal. Técnicos da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) já estudam a ampliação do número de unidades, que será feito de acordo com o cenário epidemiológico da capital baiana. O anúncio dos novos postos deverá acontecer até a quarta-feira (05).
 
A vacinação contra a doença continua sendo ofertada em 24 unidades de saúde de referência em Salvador, de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas (ver lista). Ela integra o calendário de imunização do SUS e está disponível durante todo o ano na rede municipal para pessoas entre 9 meses e 59 anos, para quem for viajar para áreas de risco ou países que exigem a vacina.  
 
Desde a última quinta-feira (30), após a confirmação do primeiro caso de febre amarela em macacos, a SMS implementou uma série de medidas para garantir o acesso da população à imunização contra a doença, principalmente nas áreas do Subúrbio Ferroviário, Barra/Rio Vermelho e Brotas, locais onde foram confirmados os três primeiros casos da doença no animal. Para isso, foi ampliado o número de postos de referência, bem como realizada vacinação em massa durante o final de semana.
 
“Ainda não temos registrado nenhum caso de febre amarela em seres humanos, por isso reafirmamos que não há motivos para pânico. Tudo o que estamos fazendo é para precaver qualquer alteração deste cenário, ou seja, são ações preventivas. É importante destacar ainda que não estamos fazendo nenhuma ‘campanha’. A imunização contra a febre amarela está disponível durante todo o ano na nossa rede e já temos a garantia do Ministério da Saúde de que um novo lote - de 300 mil doses - deverá chegar em Salvador nos próximos 10 dias”, afirmou o secretário municipal de saúde, Jose Antônio Rodrigues Alves.
 
Imunização - A imunização contra a febre amarela é realizada em duas etapas. Crianças devem receber a vacina aos nove meses e novamente aos quatro anos, garantindo assim proteção para toda a vida. Aqueles que não tomaram a vacina na infância devem receber a primeira dose imediatamente, e o reforço dez anos depois da primeira aplicação.

A vacina, no entanto, é contraindicada para menores de seis meses, idosos com mais de 60 anos, gestantes, mulheres que amamentam crianças de até seis meses, pacientes em tratamento de câncer e pessoas imunodeprimidas. Pessoas inseridas nestes grupos devem buscar orientação médica para avaliar possíveis riscos da vacinação, evitando assim reações adversas.
 
Casos - Salvador contabiliza seis casos positivos para febre amarela em macacos. Não há registro da doença em humanos. Os macacos foram capturados nas regiões da Vila Laura (1), Itaigara (3), Ilha Amarela (1) e Paripe (1).



Confira a lista de postos onde a vacina está disponível:
 
1.       Multicentro Carlos Gomes –Rua Carlos Gomes, 63/66, Centro.
2.       Centro de Saúde Virgílio de Carvalho – Rua Duarte da Costa, s/n, Dendezeiros.
3.       Centro de Saúde Péricles de Laranjeira- Rua Pitangueiras, s/n, Fazenda Grande do Retiro.
4.       Multicentro Liberdade-  Rua Lima e Silva, nº 217, Liberdade (antigo 3º Centro de Saúde).
5.       USF Olga de Alaketu– Rua Edson Saldanha, s/n- Baixa do Tubo-Matatu.
6.       MulticentroAmaralina–Av. Visconde de Itaboray, nº 1193, Amaralina.
7.       Unidade de Saúde da Família Clementino Fraga – Av. Centenário, s/n, Centenário.
8.       Unidade de Saúde da Família Parque de Pituaçu – Rua Araújo Bastos, nº100, Pituaçu.
9.       Unidade de Saúde da Família Mussurunga I – Rua 1, Setor E, Caminho 16.
10.   Centro de Saúde Eunísio Teixeira- Rua Jurucutus, s/n, Saboeiro.
11.   Centro de Saúde Edson Barbosa – Avenida Hilda, nº 02, Pernambués.
12.   Centro de Saúde Canabrava- Rua Bentivis, s/n, final de linha de Canabrava.
13.   Centro de Saúde Castelo Branco- Rua A, 3º Etapa- Centro Social Urbano
14.   Unidade de Saúde da Família Estrada da Cocisa – Rua Monte Claros, Paripe (final de linha).
15.   Unidade de Saúde da Família Sergio Arouca - Rua Carioca, s/n – Paripe.
16.   Unidade de Saúde da Família Alto da Terezinha- Rua Direta da Terezinha, s/n.
17.   Unidade de Saúde da Família Ilha Amarela- Rua Nova Esperança, Ilha Amarela.
18.   Unidade de Saúde da Família Alto de Coutos II- Rua Golan, s/n, Parque Setúbal.
19.   Unidade de Saúde da Família Vista Alegre-Rua do Sabiá, s/n, Vista Alegre.

20.   Unidade de Saúde da Família Cajazeiras V – Estrada do Matadouro, Rótula de Cajazeiras.
21.   Unidade de Saúde da Família Candeal Pequeno - Rua 8 de Agosto, s/n - Candeal Pequeno
22.   Unidade de Saúde da Família Santa Luzia - Rua Almirante Alves Câmara, 112 - Engenho Velho de Brotas
23.   Unidade de Saúde da Família Manoel Vitorino - Avenida Dom João VI, 450 - Brotas
24.   Centro de Saúde Cosme de Farias - Rua Direta de Cosme de Farias, s/n 
25.   Colégio Militar do Exército -Rua território do Amapá, 455, Pituba.


Notcias Relacionadas

  • Macacos são encontrados mortos em Massarandupió. Indícios são da presença de febre amarela na região

  • Guarda Municipal recolhe macacos mortos em Ondina e Castelo Branco

  • Plataforma Mosquito Zero vence competição que visa atrair investidores

  • Drone que combate Aedes Aegypti é apresentado na Campus Party

  • Feira de saúde apresenta soluções para combater causas e consequências da Zika em Salvador

  • Aplicativo Mosquito Zero é pauta em encontro Nacional que acontece em Brasília

  • Aplicativo Mosquito Zero já registrou mais de 2 mil downloads

  • Chikungunya deve matar mais do que a dengue e zika em 2017

  • Salvador lança aplicativo de enfrentamento ao Aedes Aegypti

  • Agente de endemias de Salvador é acusado de quebrar objetos religiosos em terreiro de candomblé

  • Mutirão realiza exames oftalmológicos em bebês com microcefalia

  • Bahia tem 180 casos suspeitos de microcefalia em 2015


  • ComentriosComentar Notcia

    Ainda no existem comentrios para esta notcia.
    Seja o primeiro a comentar!
    PUBLICIDADE






    PUBLICIDADE