Comunicar Mais      
Reforma eleitoral: candidato só poderá usar 10% da renda pessoal para financiar sua campanhaPolítica    Imprimir

13/12/2017 06:00
Reforma eleitoral: candidato só poderá usar 10% da renda pessoal para financiar sua campanha
Temer havia vetado trecho da reforma onde cada candidato só poderia usar dez por cento de seus rendimentos como pessoa física para gastar em sua própria campanha

Agência Brasil 0 comentrio          

Foi derrubado na sessão do Congresso, na tarde desta terça-feira (12), o veto ao autofinanciamento de campanha, tema que faz parte da reforma eleitoral discutida ao longo de oito meses no Congresso.

O presidente Michel Temer tinha vetado o trecho que dizia que cada candidato só pode usar dez por cento de seus rendimentos como pessoa física para gastar em sua própria campanha.

Com a derrubada, esse teto fica mantido. Os parlamentares reclamavam que sem esse limite, as campanhas iriam ficar desequilibradas, como afirmou Glauber Braga, do Psol.
 
O tema causou confusão no plenário e teve de ser votado duas vezes; a primeira votação foi anulada porque o deputado Fábio Ramalho, do PMDB, que estava conduzindo a sessão, encerrou a votação com apenas 257 deputados em plenário, número mínimo necessário.
 
Diante da reclamação de vários líderes partidários, o senador Eunício Oliveira, retomou a presidência e refez a votação.


ComentriosComentar Notcia

Ainda no existem comentrios para esta notcia.
Seja o primeiro a comentar!
PUBLICIDADE






PUBLICIDADE