Comunicar Mais      
Vereadora discute letras ofensivas às mulheres em músicas do Carnaval 2018Política    Imprimir

05/02/2018 20:00
Vereadora discute letras ofensivas às mulheres em músicas do Carnaval 2018
Ana Rita Tavares também cobrou respeito aos animais na Folia Momesca

Redação CM 0 comentrio          

Com a chegada do carnaval, a vereadora de Salvador Ana Rita Tavares (PMB) tem dialogado com o Legislativo e Executivo Municipal para garantir os direitos das mulheres e dos animais na festa.

Integrante da Comissão dos Direitos da Mulher na Câmara Municipal de Salvador, Ana Rita discutiu o uso de letras ofensivas, que colocam as mulheres como meros objetos sexuais por artistas durante a festa e são cantadas no carnaval. “Também salientei os termos utilizados que desprestigiam os animais e incentivam a prática da zoofilia. Todos merecem respeito,” salientou a parlamentar. 

A vereadora lembrou, ainda, do cumprimento, por parte da Prefeitura do Salvador, da Lei nº 8.286/2012 (Antibaixaria), que estabelece ao município a não contratação de artistas e bandas que incentivem a violência ou desvalorizem ou exponham a mulher a situações de constrangimento através de suas letras e coreografias. “O respeito começa através de pequenos detalhes, tais como letras de música e ditados que são repetidos sem a análise dos seus significados”, lembrou.



Notcias Relacionadas

  • Campanha de combate à violência contra a mulher é lançada pela Câmara de Vereadores


  • ComentriosComentar Notcia

    Ainda no existem comentrios para esta notcia.
    Seja o primeiro a comentar!
    PUBLICIDADE






    PUBLICIDADE