Comunicar Mais      
Mais de 500 mil pessoas são esperadas na Caminhada do Samba em SalvadorCultura / Lazer    Imprimir

28/11/2015 12:50
Mais de 500 mil pessoas são esperadas na Caminhada do Samba em Salvador
Evento acontece neste domingo em homenagem ao Dia do Samba (2 de dezembro)

Redação CM 1 comentrio          

Mais de 500 mil pessoas são esperadas para a tradicional Caminhada do Samba que acontece neste domingo (29), a partir das 15h, no Centro de Salvador. Aberto ao público, o evento faz uma homenagem ao Dia do Samba (2 de dezembro) e abre a alta temporada de eventos em Salvador.

 

Ao todo, nove trios elétricos passarão pelo circuito Osmar, que volta a ser completo no Carnaval do próximo ano (ou seja, inicia no Campo Grande, passa pela Avenida Sete e Praça Castro Alves e volta para o Campo Grande). Promovida pela União das Entidades de Samba da Bahia (Unesamba), esta décima edição celebrará os 50 anos de samba do compositor e cantor Nelson Rufino e os 40 anos de atividade do Bloco Alvorada. 

 

De acordo com o presidente da Unesamba e do bloco Alerta Geral, José Luiz Lopes, mais conhecido como Arerê, como todos os anos, as camisas da Caminhada do Samba poderão ser trocadas por uma lata de leite, que será doada a instituições de caridade. Os blocos que desfilarão no domingo são: Alerta Geral (Banda Katulê), Alvorada (Grupo Bambeia e convidados), Amor e Paixão (Nelson Rufino, Batifun e Grupo Movimento), Pagode Total (É o Tchan, Grupo Pagode Total e convidados), Proibido proibir (QG do Pagode e Ju Moraes), Q Felicidade (Tácio Martins e banda), Reduto do Samba (Denny Palma e banda), Samba Popular (A Grande Família) e Vem Sambar (Viola de Doze).  Mais informações pelo telefone 3329-6949. 

História do Samba - O Dia do Samba faz uma homenagem ao compositor carioca Ary Barroso na data em que o músico conheceu Salvador. De acordo com o Ministério da Cultura, a data foi instituída em 1963. “O Samba de Roda do Recôncavo Baiano – uma das mais importantes e significativas expressões musicais, coreográficas, poéticas e festivas da cultura brasileira – teve a sua inscrição no Livro de Registro das Formas de Expressão em outubro de 2004”. No ano seguinte, ele foi proclamado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) como “Obra-Prima do Patrimônio Oral e Imaterial da Humanidade”.



Notcias Relacionadas

  • Assista: ‘Leite Moça’, o novo sucesso da Banda Gasparzinho

  • Cineasta Ruy Guerra dirige série de produtora baiana


  • ComentriosComentar Notcia
    NuV3A5mfB9Pu
    01/03/2017 03:16
    H: Stop fighting your putter. If you don’t like it throw it away. You need to become obsessed with playing auoilattcalmy – learn to forget about the garbage and you’ll do fine.
    PUBLICIDADE






    PUBLICIDADE