Comunicar Mais      
 
Haddad se reúne com ativistas pelos direitos dos animais em São Paulo e firma compromissosPolítica    Imprimir

18/10/2018 18:15
Haddad se reúne com ativistas pelos direitos dos animais em São Paulo e firma compromissos
Candidato do PT disse chocado com a forma que animais são transportados pelo País

Redação CM 1 comentário          

O candidato à Presidência da República Fernando Haddad (PT) esteve reunido com um grupo de ativistas pelos direitos dos animais na tarde desta quinta-feira (18) em São Paulo e ouviu as demandas dos ativistas. 

O encontro durou cerca de 30 minutos e foi
transmitido ao vivo pelo Facebook. Haddad revelou que sua filha se tornou vegana há 8 meses e que ele e os demais da sua casa reduziram consideravelmente o consumo de carne. “Ter uma militante vegana em casa é muito emocionante; ter um filho ou uma filha que te ensine. Ela me provou que é uma causa justa.”, disse o presidenciável.

Sobre o seu rival neste segundo turno, o candidato do PT criticou Jair Bolsonaro pelo fato de ele negar dados científicos do aquecimento global, e acatou uma demanda apresentada pelos ativistas de criar um órgão nacional de proteção aos animais. “Sou muito simpático à ideia de ter um órgão federal a esse tema. Precisamos desenhá-lo, mas já me comprometo a criá-lo”, afirmou Haddad, 

Haddad falou, ainda, sobre a exportação de animais vivos, algo que revelou ter o impressionado bastante negativamente. Ao longo deste ano, longas batalhas foram travadas pelos ativistas a fim de tentar proibir na Justiça que animais sejam enviados em navios para serem mortos em outros países. Haddad disse ter recebido vídeos em regiões diferentes do País denunciando as péssimas condições em que esses animais são transportados.



Entre as ativistas presentes ao encontro, estava a presidente e fundadora da Agência de Notícias de Direitos Animais (Anda), a jornalista Silvana Andrade. Ela agradeceu ao candidato por abrir um espaço tão importante para discutir a causa animal em um momento crucial da campanha. “Estamos trazendo propostas justas, éticas e legais. E eu conto com a sensibilidade dele para atender a esses apelos. É uma causa que vem ganhando grande espaço na sociedade, porque a gente busca justiça, buscamos respeito e os animais, como nós, são seres sencientes”, disse. Silvana lembrou da presença de mais de 150 ONGs presentes na ocasião representadas pelas suas lideranças.
Entre elas, a advogada, ativista e vereadora de Salvador Ana Rita Tavares (PMB), que falou pelas entidades da Bahia, mas não esqueceu das lideranças do Norte e Nordeste do País que não puderam se fazer presentes no encontro. “Este é o momento divisor de águas para os animais. Haddad é a nossa esperança para aspirarmos uma secretaria nacional para os animais”, disse.

Ana Rita registrou também, que foi na gestão de Haddad na Prefeitura de São Paulo, a realização de mais de 100 mil castrações de cães e gatos, a microchipagem dos animais e a construção do segundo hospital público veterinário da cidade. 


Notícias Relacionadas

  • Como a extrema direita venceu no Brasil

  • Carro com candidato a deputado Pastor Abílio capota em Casa Nova

  • Defesa de Lula desiste de pedido de liberdade no STF

  • Vereadora Ana Rita Tavares deixa base de ACM Neto e adere à campanha de Rui Costa para reeleição ao governo do estado

  • Tribunal devolve a Lula prerrogativas de ex-presidente da República

  • PMB faz movimento para lançar nome de Ayres Britto como candidato à Presidência da República

  • Câmara dos Deputados aprova proibição de coligações partidárias a partir de 2020


  • ComentáriosComentar Notícia
    Simone Silva
    19/10/2018 08:20
    Haddad, sou ativista e estou com você até o fim!
    PUBLICIDADE






    PUBLICIDADE