Comunicar Mais      
 
Documentário baiano é finalista em Festival InternacionalCultura / Lazer    Imprimir

26/05/2019 18:05
Documentário baiano é finalista em Festival Internacional
“Antes que me esqueçam, meu nome é Edy Star”, concorre ao título de melhor documentário musical

Redação CM 1 comentário          

O filme documentário “Antes que me esqueçam, meu nome é Edy Star”, da produtora baiana Têm Dendê Produções é finalista na 11ª edição do In-Edit Brasil – Festival Internacional do Documentário Musical. O documentário, ainda inédito, disputa o “Prêmio In-Edit Brasil de Melhor Documentário Musical” com outras cinco produções nacionais.

"Antes que me esqueçam, meu Nome é Edy Star", narra à trajetória de um dos artistas baianos mais criativos da contracultura brasileira e o primeiro artista Glam do Brasil, o músico Edy Star. A história viaja pelos diversos cenários culturais das décadas de 1960 a 1980, e aborda temas que nortearam a carreira de Edy.

Realizado pela Têm Dendê Produções, o documentário tem roteiro assinado por Carollini Assis, direção de Fernando Moraes e direção musical de Zeca Baleiro, e conta com depoimentos do diretor Rubens Lima Jr, do crítico musical Rodrigo Faour, do cineasta João Carlos Rodrigues, do cantor e compositor Caetano Veloso, além das transformistas Claudia Celeste, Jane di Castro e Rogéria.

Definido por um júri composto por especialistas (cineastas, músicos, produtores, jornalistas), o vencedor do In-Edit Brasil vai ser conhecido dia 23 de junho e terá uma exibição no Festival In-Edit de Barcelona 2019.

O In-Edit Brasil acontece em São Paulo, entre os dias 12 e 23 de junho e tem como principal objetivo fomentar a produção e a difusão de filmes documentários que tenham a música como elemento integrador. O Festival nasceu em Barcelona em 2003 e hoje é realizado em diversos países como Espanha, Chile, Grécia, Peru e Colômbia. No Brasil, o evento acontece desde 2009.


Notícias Relacionadas

  • Produtora baiana participa do Rio Creative Conference

  • Audiovisual: Conne e Ancine debatem propostas do FSA 2.0

  • NordesteLAB: TêmDendê Produções aprova cinco projetos para a rodada de negócios do evento

  • Projeto da TêmDendê Produções será apresentado em seminário da Ancine

  • Nova série do CineBrasil TV traz José Carlos Capinan dirigido por Hermes Leal

  • Vídeo mostra cão sendo forçado a nadar em gravação de filme: vereadora pede boicote

  • Curta Òrun Àiyé volta a Salvador em sessão única

  • Pola Ribeiro é o novo diretor de Conteúdos da TêmDendê e inaugura fase de expansão em co-produções nacionais

  • Bahia de Todos os Cantos estreia nova temporada no CineBrasil TV

  • Mostra Animal acontece em Salvador com filmes e feira vegana

  • Subúrbio Ferroviário recebe o Cine Bicho


  • ComentáriosComentar Notícia
    Fernando Noy
    29/05/2019 13:40
    Edy Star representa todo lo que foi sucedendo naqueles tempos i maravillosos que agora seráo inmortaias gracias a magia do cinema. Magnífico resgate de alguém tao irrepetível como ele. !!!
    PUBLICIDADE






    PUBLICIDADE