Comunicar Mais      
 
Quase sete mil pessoas não concluíram esquema vacinal contra Covid-19Grande Salvador    Imprimir

15/04/2021 21:55
Quase sete mil pessoas não concluíram esquema vacinal contra Covid-19
Finalização do processo de vacinação em massa pode barrar a circulação do vírus

Redação CM 0 comentário          

A imunização contra a Covid-19 é composta por duas doses de vacina. Porém, em Salvador, quase 7 mil pessoas deixaram de comparecer aos postos de vacinação para concluir o esquema vacinal. A infectologista da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Adielma Nizarala, alertou sobre as consequências de as pessoas não tomarem a segunda dose da vacina contra o coronavírus. 

“Não é risco, é certeza. Quem não tomar a segunda dose não terá desenvolvimento da imunidade e estará exposto a fazer quadros graves da doença. O indivíduo só será imunizado completamente após a conclusão do esquema vacinal, e transcorrido a partir daí por, pelo menos, 14 dias”, afirmou. 

A infectologista destacou que a finalização do processo de vacinação em massa pode barrar a circulação do vírus. “Do ponto de vista coletivo, se cada pessoa, individualmente, começar a não ter essa preocupação de completar o esquema vacinal, ela não vai ser imunizada e automaticamente a imunidade coletiva também ficará comprometida“, alertou. Dessa forma, segundo a médica, completar a vacinação é importante não apenas do ponto de vista individual, mas também coletivamente. 

A especialista ressaltou a importância de a sociedade alcançar a imunidade de rebanho. “Se tivermos a taxa de cobertura atingida, o vírus não vai conseguir achar pessoas susceptíveis para se proliferar”. Segundo ela, estudos indicam que, contra a Covid-19, a imunidade coletiva será alcançada quando 80% da população estiver vacinada. 

Data de retorno – Para evitar que a imunização fique incompleta, a SMS tem encaminhado mensagens de texto para o celular das pessoas que não compareceram para receber o imunizante. No caso da CoronaVac, é necessário um intervalo de 28 dias entre as duas aplicações. Para a vacina da Oxford-AstraZeneca, o espaço de tempo recomendado é de até 12 semanas. 

Porém, a infectologista afirmou que quem passou do prazo pode fazer o uso da segunda dose, sem necessidade de recomeçar o processo vacinal. “Essas pessoas podem procurar qualquer unidade que esteja fazendo a vacinação de segunda dose e concluir a imunização. Não é preciso tomar a primeira dose novamente”, concluiu.


Notícias Relacionadas

  • Bahia autoriza tratamento que associa hidroxicloroquina e azitromicina para pacientes com coronavírus

  • Idosos com 74 anos começam a ser vacinados na tarde desta quarta-feira em Salvador

  • Governo prorroga medidas restritivas e toque de recolher na Bahia até 1º de abril

  • Polícia autua 13 pessoas por descumprimento do toque de recolher na Bahia

  • Novas medidas restritivas: saiba o que poderá funcionar na Bahia de sexta a segunda

  • Com 15 mil casos ativos de covid-19 na Bahia, governo decreta toque de recolher no estado

  • Com vacinômetros, população pode acompanhar imunização nos estados

  • Covid-19: Ouvidoria Geral do Estado recebe denúncias dos 'fura-filas' em 5 municípios

  • Covid-19: mortes batem recorde e Portugal pode ter ajuda internacional

  • Profissionais do Hospital Espanhol recebem vacina contra Covid-19

  • Assista: funk 'Bum Bum Tam Tam' vira hit para incentivar vacinação

  • Covid-19: Praias de Salvador continuam interditadas neste domingo

  • ​Covid-19: secretário de Saúde de Salvador teme uso de dois tipos de vacina em uma mesma pessoa

  • Mais de 19 mil baianos já tomaram a primeira dose da vacina contra Covid-19


  • ComentáriosComentar Notícia

    Ainda não existem comentários para esta notícia.
    Seja o primeiro a comentar!
    PUBLICIDADE






    PUBLICIDADE