Comunicar Mais      
 
​Igor Kannário é condenado a pagar indenização por chamar PMs de ‘bunda mole’ no Carnaval Segurança    Imprimir

18/04/2021 10:47
​Igor Kannário é condenado a pagar indenização por chamar PMs de ‘bunda mole’ no Carnaval
Fato aconteceu no Carnaval de 2020. Oficiais que entraram com ação serão os beneficiados

Redação CM 1 comentário          

O cantor e deputado federal Igor Kannário foi condenado a pagar indenização a quatro policiais militares que ingressaram com ação contra ele após o político incitar seus fãs a vaiar uma guarnição no Carnaval de 2020.

"Nesta senda, xingar Policiais Militares de “bunda mole”, bem como incitar milhares de pessoas contra a Polícia Militar em pleno carnaval, solicitando uma vaia para aquela não acrescenta em nada na coibição de eventuais abusos praticados por parte dos membros da referida corporação, mas, por outro viés, poderia ter levado até mesmo a uma situação de violência generalizada, acaso o incitamento aludido redundasse em agressão contra a tropa em trabalho", diz o juiz, na sentença.

A decisão do juiz Ronaldo Alves Neves Filho, do município de Guanambi, condenou o parlamentar indenizar em R$ 4 mil quatro oficiais da Polícia Militar da Bahia: os coronéis, Arthur Mascarenhas Fernandes, Eduardo Antônio Souza Pacheco, José Roberto Suarez Santana e Lucas Garcia Viveiros. "Embora verifica-se dos autos que a conduta do acionado não se dirigiu de forma individual a nenhum dos requerentes, e que estes não estiveram presentes no evento e no momento das ofensas, estas foram de tal ordem que extrapolaram o direito  de crítica comum, sendo de tal forma que, pelas circunstâncias da lide, mostra-se razoável o pleito de danos morais", completou o magistrado. 

O fato - Na ocasião, durante uma das músicas do cantor no Campo Grande, um grupo de
policiais tentava dispersar uma confusão e Kannário, ao ver a ação, pede que a imprensa registre um suposto abuso de poder por parte dos policiais. "Peço à imprensa, filma isso aí. Isso é abuso de poder, aubuso de autoridade. Quero uma vaia para a Polícia Militar da Bahia. Venham me bater aqui em cima, bunda mole", provocou. 
A decisão não é definitiva e pode ser recorrida pelo músico.

 


Notícias Relacionadas

  • Assista: ‘Leite Moça’, o novo sucesso da Banda Gasparzinho


  • ComentáriosComentar Notícia
    Roberto Brandão
    19/04/2021 21:38
    Que saudades dos velhos tempos onde este vagabundo ia engolir o microfone.
    PUBLICIDADE






    PUBLICIDADE