Comunicar Mais      
 
Com 15 mil casos ativos de covid-19 na Bahia, governo decreta toque de recolher no estadoBahia    Imprimir

17/02/2021 05:47
Com 15 mil casos ativos de covid-19 na Bahia, governo decreta toque de recolher no estado
Anúncio foi feito pelo governador Rui Costa após mais uma reunião com membros da União dos Municípios da Bahia

Redação CM 0 comentário          

A partir desta sexta-feira (19), ficará restrita a circulação de pessoas nas ruas e o funcionamento de serviços não essenciais após as 22h em grande parte da Bahia, exceto nas regiões oeste, de Irecê e de Jacobina, que apresentam os três menores índices de ocupação de leitos de UTI para Covid-19.

O anúncio foi feito pelo governador Rui Costa, nesta terça-feira (16), em mais uma reunião com membros da União dos Municípios da Bahia (UPB), prefeitos e técnicos das secretarias estaduais da Educação e da Saúde.

A restrição compreenderá o período das 22h às 5h. “O decreto que será publicado nesta quarta-feira (17) irá valer por sete dias e proíbe atividades comerciais não essenciais. É uma medida que precisamos tomar para conter as taxas de contágios e o número de casos ativos que hoje ultrapassam 15 mil. É uma forma de conter o avanço desse número alarmante que, se continuar crescendo, irá levar ao total colapso do sistema de saúde”, declarou o governador.

Rui afirmou ainda que, para a volta às aulas, três critérios precisam ser obedecidos: a redução do número de casos ativos, a diminuição do número de óbitos e a queda das taxas de ocupação de leitos. “Definimos que esses critérios são os requisitos mínimos necessários para que possamos ter um retorno sem colocar em risco a vida de nossos professores, pais, alunos e todos os seus familiares”, concluiu.

A declaração do governador seguiu uma apresentação de técnicos da Sesab mostrando que a Bahia alcançou uma taxa de 74% de ocupação dos leitos de UTI dedicados para atender pacientes com casos mais graves de Covid-19. “Os dados indicam um risco real de colapso do sistema de saúde e consequente aumento na mortalidade. Nesse momento, apenas medidas de distanciamento social mais severas minimizarão as altas taxas de transmissão do vírus”, explicou o secretário da Saúde, Fábio Vilas-Boas.


Notícias Relacionadas

  • Aumenta no Rio número de mortes de idosos com duas doses de vacina

  • Bahia não tem circulação de variante indiana da Covid-19

  • Quase sete mil pessoas não concluíram esquema vacinal contra Covid-19

  • Bahia autoriza tratamento que associa hidroxicloroquina e azitromicina para pacientes com coronavírus

  • Idosos com 74 anos começam a ser vacinados na tarde desta quarta-feira em Salvador

  • Governo prorroga medidas restritivas e toque de recolher na Bahia até 1º de abril

  • Polícia autua 13 pessoas por descumprimento do toque de recolher na Bahia

  • Novas medidas restritivas: saiba o que poderá funcionar na Bahia de sexta a segunda

  • Com vacinômetros, população pode acompanhar imunização nos estados

  • Covid-19: Ouvidoria Geral do Estado recebe denúncias dos 'fura-filas' em 5 municípios

  • Covid-19: mortes batem recorde e Portugal pode ter ajuda internacional

  • Profissionais do Hospital Espanhol recebem vacina contra Covid-19

  • Assista: funk 'Bum Bum Tam Tam' vira hit para incentivar vacinação

  • Covid-19: Praias de Salvador continuam interditadas neste domingo

  • ​Covid-19: secretário de Saúde de Salvador teme uso de dois tipos de vacina em uma mesma pessoa

  • Mais de 19 mil baianos já tomaram a primeira dose da vacina contra Covid-19


  • ComentáriosComentar Notícia

    Ainda não existem comentários para esta notícia.
    Seja o primeiro a comentar!
    PUBLICIDADE






    PUBLICIDADE