Comunicar Mais      
 
Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal é contra lockdownBrasil    Imprimir

05/03/2021 14:56
Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal é contra lockdown
CRM-DF emitiu nota pública no início de março

Por Wagner Ferreira 0 comentário          

Lockdown, o remédio amargo adotado pela maioria dos gestores nos estados e municípios para conter o avanço de casos de contaminação por covid-19 no mundo não é unanimidade no meio médico-científico.  

Na contramão do que parece ser a única coisa a se fazer diante do cenário atual de caos (quando a maioria dos leitos de UTIs das capitais do Brasil beira 100%) o Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal (CRM-DF), emitiu uma nota pública na segunda-feira (1) se posicionando contra o fechamento total das atividades na Capital Federal. 

A nota relembra o caso do Amazonas, estado com maior indice de isolamento social do Brasil, mas que apresentou alto índice de internações e mortes por covid-19 do País, 30 a 45 dias após o primeiro lockdown

O texto cita, ainda, o médico da organização Mundial da Saúde (OMS), David Nabarro, que também criticou as medidas ao temer um colapso também econômico: “lockdown não salva vidas e faz os pobres muito mais pobres”, disse o pesquisador. 

O número de mortos, atualizado nesta sexta-feira (5) no Brasil, já passa dos 260 mil. Em São Paulo, hoje, caminhoneiros fecharam uma via da Marginal Tietê acusando o governador Joao Doria (PSDB) de ditador. Já na Bahia, as medidas restritivas editadas pelo governador Rui Costa (PT) seguem até 1 de abril, com serviços considerados não essenciais fechados ou funcionando não presencialmente. 

Leia na íntegra a nota emitida pelo CRMV-DF;



 


Notícias Relacionadas

  • Retorno das atividades não essenciais acontece a partir desta segunda-feira (5) em Salvador

  • Guarda Municipal reforça operação nas praias de Salvador

  • Interdição das praias em Salvador contou com instalação de 500 tapumes

  • ​Comerciantes de Arraial d’Ajuda se unem e rejeitam decreto estadual que impõe lockdown

  • Confiança do comércio cai 18,5 pontos em todo o país

  • Presidente do TJBA cassa liminar e proíbe funcionamento do comércio em Luís Eduardo Magalhães

  • Polícia autua 13 pessoas por descumprimento do toque de recolher na Bahia

  • Novas medidas restritivas: saiba o que poderá funcionar na Bahia de sexta a segunda

  • Com 15 mil casos ativos de covid-19 na Bahia, governo decreta toque de recolher no estado


  • ComentáriosComentar Notícia

    Ainda não existem comentários para esta notícia.
    Seja o primeiro a comentar!
    PUBLICIDADE






    PUBLICIDADE