Comunicar Mais      
 
Bahia não tem circulação de variante indiana da Covid-19Ci?ncia & Tecnologia    Imprimir

06/07/2021 19:54
Bahia não tem circulação de variante indiana da Covid-19
Amostras continham genomas completos do Sars-CoV-2, a partir das quais foi possível identificar que circulam no estado 23 linhagens diferentes do vírus

Redação CM 0 comentário          

Com um total de 368 exames de sequenciamento genético do vírus da Covid-19 realizados em nove meses, a Bahia não tem circulação da variante indiana da Covid-19 (Delta). De acordo com o último boletim divulgado pelo Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA), a variante Gamma (antiga P.1, originária em Manaus) ainda é responsável por quase 80% das infecções no estado.

Reconhecida como a 3ª maior unidade de vigilância laboratorial do país e classificado na categoria máxima de qualidade pelo Ministério da Saúde, o Lacen-BA analisou amostras de 150 municípios dos nove Núcleos Regionais de Saúde.

As amostras continham genomas completos do Sars-CoV-2, a partir das quais foi possível identificar que circulam no estado 23 linhagens diferentes do vírus da Covid-19. Entre elas, as variantes Alpha (Reino Unido) e Gamma (Manaus), consideradas como variantes de preocupação e de interesse. Por orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS), as variantes são agora denominadas por letras do alfabeto grego.

“Na Bahia, não foi identificada a circulação das cepas Beta (África do Sul) e Delta (Índia). A variante Gamma e a do Reino Unido (Alpha) ainda são as predominantes no mapeamento genético que fazemos que é essencial para o planejamento e definição de ações na área da Vigilância Epidemiológica do Estado”, explica a diretora do Lacen-BA, Arabela Leal.

A escolha das amostras para o sequenciamento foi baseada na representatividade de todas as regiões geográficas do estado da Bahia, casos suspeitos de reinfecção, amostras de indivíduos que evoluíram para óbito, contatos de indivíduos portadores de variantes de atenção (VOC) e indivíduos que viajaram para área de circulação das novas variantes com sintomas clínicos característicos.


Notícias Relacionadas

  • Aumenta no Rio número de mortes de idosos com duas doses de vacina

  • Quase sete mil pessoas não concluíram esquema vacinal contra Covid-19

  • Bahia autoriza tratamento que associa hidroxicloroquina e azitromicina para pacientes com coronavírus

  • Idosos com 74 anos começam a ser vacinados na tarde desta quarta-feira em Salvador

  • Governo prorroga medidas restritivas e toque de recolher na Bahia até 1º de abril

  • Polícia autua 13 pessoas por descumprimento do toque de recolher na Bahia

  • Novas medidas restritivas: saiba o que poderá funcionar na Bahia de sexta a segunda

  • Com 15 mil casos ativos de covid-19 na Bahia, governo decreta toque de recolher no estado

  • Com vacinômetros, população pode acompanhar imunização nos estados

  • Covid-19: Ouvidoria Geral do Estado recebe denúncias dos 'fura-filas' em 5 municípios

  • Covid-19: mortes batem recorde e Portugal pode ter ajuda internacional

  • Profissionais do Hospital Espanhol recebem vacina contra Covid-19

  • Assista: funk 'Bum Bum Tam Tam' vira hit para incentivar vacinação

  • Covid-19: Praias de Salvador continuam interditadas neste domingo

  • ​Covid-19: secretário de Saúde de Salvador teme uso de dois tipos de vacina em uma mesma pessoa

  • Mais de 19 mil baianos já tomaram a primeira dose da vacina contra Covid-19


  • ComentáriosComentar Notícia

    Ainda não existem comentários para esta notícia.
    Seja o primeiro a comentar!
    PUBLICIDADE






    PUBLICIDADE